Terça, 18 de Janeiro de 2022
51993949307
Polícia Temer

Prisão de Temer e buscas contra seus ex-ministros tocaram o pânico no Congresso.

Pânico no Congresso: operação da PF seria contra-ataque de Moro a Maia

21/03/2019 13h50 Atualizada há 3 anos
Por: Folha Fonte: Poliarquia
Foto Reprodução
Foto Reprodução

A prisão do ex-presidente Michel Temer e os mandados de buscas contra seus ex-ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha tocaram o pânico no Congresso.

A base da prisão é a delação premiada de Lúcio Funaro, operador financeiro do grupo do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (RJ) no MDB.

Continua depois da publicidade

As prisões ocorrem uma dia depois de o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), desancar o ministro da Justiça, Sérgio Moro, por tentar apressar a votação do pacote de segurança que enviou ao Congresso.

Maia disse que Moro está “confundindo as bolas”, que copiou o projeto do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes e que só trata do assunto com o presidente da República.

Continua depois da publicidade

Os aliados de Moro e do PSL avaliam que Rodrigo Maia reelegeu-se para o comando da Câmara graças ao apoio do Centrão e do MDB, que antes estavam fechados com Eduardo Cunha.

É aí

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias