Quinta, 04 de Março de 2021
51993949307
Geral Bolsonaro x Lula

Esposa de Bolsonaro comprou 14 imóveis e o filho comprou 37, mas ladrão é o Lula que visitou um e não comprou

Ana Cristina Siqueira Valle entrou sem nada em sua união com o hoje presidente. Uma década depois, a mágica: saiu da relação com patrimônio milionário

16/02/2021 15h46
Por: Redação Fonte: Estadão e IstoÉ
Esposa de Bolsonaro comprou 14 imóveis e o filho comprou 37, mas ladrão é o Lula que visitou um e não comprou

A segunda ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Ana Cristina Siqueira Valle, conquistou um patrimônio milionário após a separação. Durante o período em que esteve casada com Bolsonaro, o casal comprou 14 apartamentos, casas e terrenos. As informações são da revista Época.

Na data da separação, em 2008, a soma dos bens foi avaliada em cerca de R$ 3 milhões — o equivalente a R$ 5,3 milhões em valores corrigidos pela inflação. O levantamento foi feito com base em quase 40 escrituras de compra e venda e 20 registros em cartórios no Rio de Janeiro e em Brasília.

Continua depois da publicidade

De acordo com a reportagem, o aumento do patrimônio de Ana Cristina ocorreu no mesmo período em que se concentra parte da investigação das rachadinhas nos gabinetes de Flávio e Carlos, filhos do atual presidente.

Ainda conforme o levantamento, cinco dos 14 imóveis comprados por Ana Cristina e Jair Bolsonaro foram pagos com dinheiro vivo. As negociações de duas casas, um apartamento e dois terrenos ocorreram entre 2000 e 2006 e somaram R$ 243.300, em dinheiro da época. O valor atual corrigido pela inflação seria de R$ 680 mil.

Continua depois da publicidade

Após a separação, a mulher ficou com nove imóveis, entre eles cinco terrenos. Quando as terras foram adquiridas em 2006, o casal declarou ter gasto R$ 160 mil. Após o divórcio, ela revendeu os terrenos em 2011 por R$ 1,9 milhão.

Conforme a reportagem, o comprador dos terrenos é o empresário Marcelo Traça. As aquisições das terras ocorreram por meio da empresa da qual ele é sócio, a Alambari Empreendimentos e Participações Ltda. Ainda segundo a Época, Traça é um dos delatores da Operação Lava Jato no Rio. Em sua colaboração premiada, ele admitiu que adquiria imóveis como forma de lavar dinheiro.

Promotoria investiga 37 imóveis no caso Flávio Bolsonaro

Continua depois da publicidade

São 14 apartamentos e 23 salas comerciais em Copacabana, Botafogo, Barra da Tijuca e Jacarepaguá supostamente ligados ao filho do presidente, demais membros de sua família e a empresa Bolsontini Chocolates e Café.

“No pedido de quebra de sigilo bancário e fiscal de Flávio e outras 94 pessoas e empresas, de 15 de abril, o Ministério Público afirmava já ter reunido informações de que ele investira R$ 9,4 milhões na aquisição de 19 imóveis”, diz a reportagem.

A apuração sobre o patrimônio do filho do presidente Bolsonaro é uma importante linha de investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro no escândalo dos pagamentos irregulares detectados no gabinete de quando Flávio era deputado estadual e das movimentações bancárias atípicas nas contas de seu ex-assessor Fabrício Queiroz.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias