Segunda, 08 de Março de 2021
51993949307
Geral UTI

''Não adianta. 90% dos internados nas UTIs do RN usaram ivermectina'', diz infectologista

A médica infectologista Marise Reis, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e integrante do comitê científico que assessora o Governo do Estado, fez nesta terça-feira (23) duras críticas ao prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), por seguir na defesa do uso do vermífugo ivermectina no tratamento de pacientes com Covid-19

23/02/2021 13h03
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

A médica infectologista Marise Reis, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e integrante do comitê científico que assessora o Governo do Estado, fez nesta terça-feira (23) duras críticas ao prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), por seguir na defesa do uso do vermífugo ivermectina no tratamento de pacientes com Covid-19.

Em entrevista ao programa “Bom Dia RN”, da InterTV Cabugi, a especialista afirmou que o remédio não funciona contra o novo coronavírus e que a distribuição de ivermectina nos postos de saúde, com ampla recomendação do prefeito, tem estimulado os natalenses a não cumprirem as medidas que realmente protegem contra o vírus, como o distanciamento social e o uso de máscaras.

Continua depois da publicidade

Segundo Marise Reis, uma prova de que a ivermectina não protege contra a Covid-19 é o fato de que mais de 90% dos pacientes internados com a doença em leitos de UTI no Rio Grande do Norte tomaram o medicamento de forma profilática ou logo após serem diagnosticados com o coronavírus.

“Não adianta a população, as pessoas, se esconderem por trás de um comprimido de ivermectina achando que ele vai te proteger. Não vai. A literatura é clara em relação a isso. Não há evidências de que esse medicamento protege contra a Covid. O apelo que nós fazemos é: não tome remédio e saia por aí achando que você não vai adoecer. Mais de 90% dos pacientes que estão internados nas nossas UTIs fizeram uso da ivermectina. Isso significa que ela não é capaz de fazer o que promete”, disse a infectologista.

Continua depois da publicidade

(…)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias