Sábado, 10 de Abril de 2021
51993949307
Geral Fura Fila

Vereador evangélico critica confinamento, mas tenta furar fila de leitos para pastor da sua igreja

O vereador Rafael Roza Camacho (Pros), que nas redes sociais ataca as medidas de combate à covid-19, tem postura diferente quando a doença chega à sua igreja, à qual doou milhares de reais através de cartão de crédito pelo qual está sendo executado pela Caixa Econômica Federal.

01/03/2021 09h15
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

O vereador Rafael Roza Camacho (Pros), que nas redes sociais ataca as medidas de combate à covid-19, tem postura diferente quando a doença chega à sua igreja, à qual doou milhares de reais através de cartão de crédito pelo qual está sendo executado pela Caixa Econômica Federal.

Há diminuição drástica de leitos para covid disponíveis em Maringá e região, mas apesar disso o vereador Rafael Roza intercedeu ontem junto à Central de Leitos, para internar o pastor Robinson Gomes, 43, da Igreja Bola de Neve de Umuarama, que pertence a outra regional de saúde. O “jeitinho” contrasta com promessas de campanha. Na campanha eleitoral ele dizia que nunca dependeu “de favores ou de jeitinhos”.

Continua depois da publicidade

Vereador menos votado da eleição de 2020, Roza também foi flagrado como beneficiário do auxílio emergencial, apesar de posar de empresário de sucesso. Pessoas ligadas a ele, como a sua mãe e a mãe de um de seus assessores, também solicitaram o auxílio emergencial, de forma indevida. Ele defendia a exoneração de servidores que recebessem auxilio indevidamente.

Uma de suas últimas postagens em rede social foi criticando as medidas restritivas adotadas pelo município e pelo governo do estado, inclusive criticando o Ministério Público por orientar a realização de cultos e missas online. Citou inclusive que as igrejas estavam seguindo todas as regras de higienização e que nenhum surto de covid foi registrado nas igrejas.

Continua depois da publicidade

(…)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias