Sábado, 29 de Janeiro de 2022
51993949307
Cultura Ditadura

FOTOS - Irônica Rachel Sheherazade surpreende e condena ditadura ao mostrar fotos ultraviolentas

Entre outras, ela escreveu com ironia, diante da foto de Herzog enforcado: “não teve Ditadura. Nenhum inocente foi morto ou torturado. Nenhum jornalista foi perseguido”

29/03/2019 09h37
Por: Folha Fonte: Revista Forum
Foto Reprodução
Foto Reprodução

A jornalista e âncora do SBT, Rachel Sheherazade, conhecida por suas posições conservadoras, publicou, nesta sexta-feira (29), em sua conta do Twitter, uma sequência onde trata com ironia quem afirma que a ditadura no Brasil não foi violenta.

 

Sheherazade mostra uma sequência de fotos chocantes de mortos, torturados, crianças presas e desaparecidas sempre acompanhadas de uma legenda que ameniza o fato.

Continua depois da publicidade

A primeira delas é do jornalista Vladimir Herzog enforcado, onde ela afirma: “Gente, vamo parar com mimimi. Não teve Ditadura. Nenhum inocente foi morto ou torturado. Nenhum jornalista foi perseguido”, escreve.

Rachel Sheherazade tem surpreendido com as suas posições atuais. Até pouco tempo, sempre teve posições consideradas de extrema-direita. Em 2014, por exemplo, a apresentadora causou revolta ao defender a ação de “justiceiros” que agrediram um suspeito de assalto e o deixaram nu, preso a um poste, no Rio de Janeiro.

Continua depois da publicidade

Em seu comentário no ‘SBT Brasil’, a jornalista disse que a atitude era compreensível. “O Estado é omisso, a polícia desmoralizada, a Justiça é falha. O que resta ao cidadão de bem, que ainda por cima foi desarmado? Se defender, é claro”, disse à época.

 

Já em 2017, ela comentou uma postagem do guru da direita, Olavo de Carvalho, que afirmava que o Estado defende criminosos e impede os cidadãos de “fazerem justiça com as próprias mãos”. Ao concordar com a declaração, a apresentadora elogiou Carvalho e lembrou do caso ocorrido há três anos.

Veja a sequência abaixo:

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias