Sábado, 10 de Abril de 2021
51993949307
Geral Exército

Cúpula do Exército chama Bolsonaro de ''capitão baderneiro'', diz Bernardo Mello Franco

Com a pandemia fora de controle e os quatro filhos sob investigação, Bolsonaro perde popularidade e começa a assistir à debandada de fatias expressivas do PIB

31/03/2021 10h57
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Com a pandemia fora de controle e os quatro filhos sob investigação, Bolsonaro perde popularidade e começa a assistir à debandada de fatias expressivas do PIB. Ao celebrar seu aniversário, há dez dias, o capitão disse que “só Deus” poderia tirá-lo do poder. É neste contexto que ele volta a apelar ao fantasma de um autogolpe.

O presidente nunca escondeu seus planos. Quer transformar as Forças Armadas numa milícia particular, a ser usada para defender seus interesses políticos. Os militares abocanharam mais de seis mil cargos no governo, mas resistem a embarcar numa aventura golpista. Agora receberam um tranco com a demissão do ministro da Defesa.

Continua depois da publicidade

Mas as primeiras reações à queda de Fernando Azevedo indicam que não será tão fácil virar a mesa. Em solidariedade ao general, os comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica acertaram uma renúncia conjunta. Bolsonaro poderá substituí-los, mas sabe que a cúpula militar continuará a vê-lo como um capitão baderneiro.

(…)

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias