Sábado, 10 de Abril de 2021
51993949307
Geral Freixo

''Quem tem Exército particular é dono de milícia, não chefe de Estado'', diz Freixo

Deputado assina novo pedido de impeachment contra Bolsonaro ao lado de parlamentares da oposição. Peça cita sete crimes de responsabilidade em interferência nas Forças Armadas

31/03/2021 14h18
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Deputados e senadores de diferentes partidos da oposição protocolaram nesta quarta-feira (31), dia em que se completam 57 anos do Golpe Militar de 1964, um novo pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. A peça tem como alegação principal a interferência do mandatário nas Forças Armadas.

“As Forças Armadas não podem ser tratadas como milícias. Quem tem Exército particular é dono de milícia, não chefe de Estado […] A gente precisa aprender o papel do poder público, não precisamos de uma crise política para se somar à crise sanitária”, disse o deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) em coletiva de imprensa sobre o novo pedido de impeachment.

Continua depois da publicidade

O parlamentar também elogiou a decisão dos três comandantes das Forças Armadas de deixarem seus cargos após a saída do ministro da Defesa, Azevedo e Silva. “Um bom general sabe que não deve servir a um mau capitão”, afirmou Freixo, que enxerga “suscetíveis tentativas de golpe” por parte do presidente no país.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias