Sábado, 10 de Abril de 2021
51993949307
Geral Senado

Em reunião com prefeitos, presidente do Senado detona Bolsonaro por descaso na pandemia

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), criticou falta de coordenação do governo federal no combate à pandemia. Em reunião com representantes da Frente Nacional de Prefeitos, Pacheco afirmou que ainda que o país “atrasou” o cronograma de vacinação.

01/04/2021 15h38
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), criticou falta de coordenação do governo federal no combate à pandemia. Em reunião com representantes da Frente Nacional de Prefeitos, Pacheco afirmou que ainda que o país “atrasou” o cronograma de vacinação.

“Não há nada pior, num momento como esse, do que a desarticulação, a falta de coordenação. E o Brasil revelou, infelizmente, a partir dessa falta de coordenação, algo que nós não podíamos ter feito. Desde o início, era preciso ter coordenado todos os entes federados para podermos enfrentar da melhor forma possível essa pandemia”, disse Pacheco na reunião, segundo nota de sua assessoria de imprensa.

Continua depois da publicidade

Diante do impasse por parte do governo federal para agilizar a vacinação da população brasileira, os prefeitos do país formaram um consórcio para aquisição de vacinas. Na reunião, Pacheco criticou o cronograma do Ministério da Saúde para garantir a imunização.

“Temos que reconhecer que o Brasil atrasou esse processo, atrasou esse cronograma e estamos correndo atrás do tempo nesse momento”, afirmou.

Continua depois da publicidade

Essa não é a primeira vez que o presidente do Senado critica a postura do governo na condução da pandemia. No início de março, durante participação do então secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, em sessão do Senado, Pacheco cobrou que a pasta demonstrasse não ser negacionista em relação à pandemia. (…)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias