Segunda, 17 de Maio de 2021
51993949307
Geral Carlos Bolsonaro

Carlos Bolsonaro confunde proteção de dados com tema LGBT

Em debate na Câmara do Rio, vereador carioca cometeu gafe e constrangeu colegas ao comentar sobre a '''autodeterminação informativa'' prevista na LGPD

22/04/2021 16h59
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (Republicanos) cometeu gafe durante reunião promovida pela Câmara Municipal da capital fluminense. Na última segunda-feira (19/4), um encontro virtual debatia a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). O filho de Jair Bolsonaro, contudo, se confundiu e pensou que a legislação tratava de questões ligadas à comunidade LGBTQIA+.

Um dos pontos abordados pela LGPD é a “autodeterminação informativa”, que trata do controle que cada cidadão tem sobre seus dados pessoais. O “02”, contudo, pensou que o termo fazia menção à discussão de gênero. Dizendo “respeitar a ciência”, Carlos Bolsonaro, então, discursou contra a liberdade que os brasileiros têm para, oficialmente, declararem seu gênero.

Continua depois da publicidade

“(Com a) autodeterminação você vê, por aí, gente que se autodenomina tigre, jacaré, leão, papagaio, periquito… Isso não é piada. A partir do momento que você coloca isso, ignorando legislações superiores, que caracterizam o sexo da pessoa como homem ou mulher, X ou Y, baseado na ciência, e entra com uma característica de autodeterminação, fica algo muito vago, porque coloca em situação delicada tanto a pessoa que se autodetermina quanto as pessoas que estão ao redor dela. É uma situação jurídica bem complicada”, disse, deixando confusos os outros participantes do debate.

Carlos Bolsonaro alegou que é preciso “respeitar a biologia do ser humano”. “Ao analisar o projeto, vão surgindo colocações sobre pontos políticos. Sei que vão querer ridicularizar e levar para o lado pejorativo da situação, mas estou tentando seguir a legislação, respeitando, inclusive a ciência”, sustentou.

Continua depois da publicidade

Deslize repercute na web

O erro de Carlos Bolsonaro não passou despercebido pelos sempre atentos internautas brasileiros. O youtuber Felipe Neto foi ao Twitter criticar duramente o parlamentar.

“Carluxo é burro em um nível que surpreende até o pai”, disparou.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias