Segunda, 17 de Maio de 2021
51993949307
Geral Carlos Bolsonaro

Carluxo perde foro privilegiado em investigação sobre rachadinha

Após julgamento encerrado na segunda-feira, o STF declarou inconstitucionais trechos da Constituição do Estado do Rio que beneficiavam autoridades com o chamado foro privilegiado, entre elas vereadores.

28/04/2021 09h30
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Após julgamento encerrado na segunda-feira, o STF declarou inconstitucionais trechos da Constituição d o Estado do Rio que beneficiavam autoridades com o chamado foro privilegiado, entre elas vereadores.

Pois essa decisão afetou diretamente Carlos Bolsonaro, o filho 02 do presidente, investigado pelo MP do Rio por um suposto esquema de “rachadinha” em seu gabinete como vereador na Câmara do Rio.

Continua depois da publicidade

O MP do Rio informou, ontem, que “os procedimentos investigatórios que implicavam atribuição originária do procurador-geral de Justiça (PGJ) foram endereçados às Promotorias de Justiça”. São de atribuição do PGJ as investigações que têm como alvos autoridades com direito ao foro privilegiado. (…)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias