Segunda, 17 de Maio de 2021
51993949307
Geral Queiroz

Queiroz posta foto de sunga na praia e convoca para manifestação bolsonarista

Desde que teve a prisão revogada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), em março deste ano, Fabrício Queiroz voltou a circular pelo Rio de Janeiro

03/05/2021 14h05
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Desde que teve a prisão revogada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), em março deste ano, Fabrício Queiroz voltou a circular pelo Rio de Janeiro. No último fim de semana, o ex-assessor denunciado como operador do esquema de “rachadinha” no gabinete do senador e ex-deputado estadual Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) frequentou até a manifestação bolsonarista do 1º de maio.

Em seu perfil no Instagram, cujo acesso é restrito a seguidores, Queiroz postou um vídeo no qual os manifestantes estão cantando o hino nacional. Em outra gravação, ele registrou a subida de um balão que puxava consigo uma bandeira com o rosto do presidente Jair Bolsonaro, seu amigo dos tempos de Exército. Na legenda, sinalizou a empolgação com a tentativa de reeleição do mandatário: “Subindo rumo a 2022! Brasil acima de tudo. Deus Acima de todos!!”

Continua depois da publicidade

Depois, ele publicou ainda um vídeo que compila momentos do 1º de maio País afora e um outro em que corre de sunga na areia da praia em direção à câmera – quando para diante dela, presta continência. A legenda deste último volta a usar o bordão de Bolsonaro: “Pronto para o combate Sr! Brasil acima de tudo, Deus acima de todos!!”

Pouco presente nas redes nos últimos dois anos, durante as investigações do Ministério Público do Rio que culminaram na denúncia por peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa e apropriação indébita, o ex-assessor voltou com tudo no último mês. Antes das publicações do fim de semana, havia postado fotos com as filhas e amigos. (…)

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias