Terça, 15 de Junho de 2021
51993949307
Geral CPI da Covid

Pfizer deve confirmar negligência do governo na CPI da Covid

Um dos pontos principais que os parlamentares querem abordar na sessão é a forma como o Executivo se comportou em relação à vacina desenvolvida pela empresa norte-americana.

13/05/2021 09h20
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Com as declarações dadas ontem por Fabio Wajngarten, ex-secretário especial de Comunicação Social da Presidência, à CPI da Covid de que o presidente Jair Bolsonaro e outros membros do governo ignoraram por dois meses a oferta estabelecida pela Pfizer de vacinas contra o novo coronavírus, os senadores do colegiado tentarão reforçar a tese de que houve omissão do Palácio do Planalto na aquisição dos imunizantes com o depoimento, hoje, do ex-presidente da farmacêutica no Brasil Carlos Murillo.

Um dos pontos principais que os parlamentares querem abordar na sessão é a forma como o Executivo se comportou em relação à vacina  desenvolvida pela empresa norte-americana.

Continua depois da publicidade

Como dito por Wajngarten, além de Bolsonaro, a Pfizer enviou, em 12 de setembro de 2020, cartas propondo um acordo com o governo brasileiro. Os destinatários foram o vice-presidente Hamilton Mourão, os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Defesa, Walter Braga Netto (que chefiava a Casa Civil), e o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, além do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman.

O primeiro contato do Executivo com o documento, entretanto, só aconteceu em 9 de novembro, por meio de Wajngarten.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias