Terça, 15 de Junho de 2021
51993949307
Geral Bolsonaro

Colunista da ISTOÉ chama Bolsonaro de ''brocha'' e ''gay passivo''

Na revista ISTOÉ, o colunista Ricardo Kertzman afirmou que Jair Bolsonaro deve ser “brocha” e “gay passivo”

17/05/2021 10h01
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Na revista ISTOÉ, o colunista Ricardo Kertzman afirmou que Jair Bolsonaro deve ser “brocha” e “gay passivo”.

Citando Freud, ele argumenta que “pessoas inseguras, e com extremo sentimento de inferioridade, apegam-se a modos agressivos e gestos e palavras ameaçadores”.

Continua depois da publicidade

Kertzman relembra das inúmeras piadas infantis do presidente, dizendo ser “imbrochável” e atacando homossexuaus, e afirma que elas devem revelar “algumas preferências secretas, conscientes ou não”.

O colunista ainda afirma que apenas Michelle e as ex-mulheres de Bolsonaro devem saber da resposta.

Continua depois da publicidade

“Uma coisa é certa: homossexual latente ou não; brocha (ou meia-bomba) ou não, o presidente da República é, no mínimo, retrógrado, preconceituoso, inconveniente e infantil. É o tiozão do churrasco. Na verdade, é um tremendo de um babaca”, completa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias