Terça, 15 de Junho de 2021
51993949307
Geral CPI da Covid

Na CPI senador diz que atriz pornô conspirou contra cloroquina

O senador governista Luís Carlos Heinze (PP-RS), último a usar a palavra durante a CPI da Covid nesta terça-feira (25), reproduziu uma notícia relacionando o coronavírus e uma cientista que, supostamente, seria atriz de filmes adultos.

26/05/2021 14h46
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

O senador governista Luís Carlos Heinze (PP-RS), último a usar a palavra durante a CPI da Covid nesta terça-feira (25), reproduziu uma notícia relacionando o coronavírus e uma cientista que, supostamente, seria atriz de filmes adultos.

"Pesquisa da The Lancet, fraudulenta. Escutem o que eu vou dizer: essa fraude, que envolvia uma companhia de fachada chamada Surgisphere, alegava ter registro de 671 hospitais, que misteriosamente pediam para permanecer anônimos, e alegava que o tratamento com hidroxicloroquina teria matado pacientes do covid", disse o senador diante dos pares.

Continua depois da publicidade

O progressista seguiu até chegar ao centro da pretendida argumentação: "Pesquisadores começaram a investigar e descobriram que a gerente de vendas da Surgisphere era, pasmem, senhoras deputadas que estão aqui, senhores senadores, a gerente de vendas da Surgisphere era uma atriz pornô".

Logo após, acrescentou: "Uma atriz pornô. Nada contra ela. E a diretora científica era uma escritora de ficção científica."

Continua depois da publicidade

A princípio, internautas ligaram a citação da atriz à libanesa Mia Khalifa, que estrelou filmes adultos. Não ficou comprovado, no entanto, que seria a atriz a pessoa citada por Heinze em sua fala.

O nome da atriz já circula nas redes sociais desde o início da pandemia, e sua foto ilustraria textos apócrifos e falsos sobre a pandemia. A atriz libanesa já foi utilizada em outro meme, mais antigo, ao ser creditada como uma estudante brasileira que teria vencido um concurso de física nuclear na Rússia.

O senador não voltou a comentar o tema em suas redes sociais, mas os internautas não perdoaram e o assunto permaneceu entre os mais comentados do dia.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias