Terça, 27 de Julho de 2021
51993949307
Geral Delação

Viúva do miliciano Adriano da Nóbrega fecha delação premiada com Ministério Público

Júlia Emílio Mello Latufo está negociando há algumas semanas com os procuradores, tendo como seu advogado o ex-senador Demóstenes Torres, que voltou a advogar

08/07/2021 10h27
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

A viúva do capitão Adriano da Nóbrega, miliciano que era ligado a Flávio Bolsonaro e que foi assassinado na Bahia no ano passado, está perto de homologar uma delação premiada com o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro e o Ministério Público no estado.

Júlia Emílio Mello Latufo está negociando há algumas semanas com os procuradores, tendo como seu advogado o ex-senador Demóstenes Torres, que voltou a advogar.

Continua depois da publicidade

A delação já está na segunda fase, ou seja, já foi aceita pelos procuradores e agora está focada em tratar de anexos específicos e envolve um conjunto de temas que trata de uma série de homicídios cometidos no Rio de Janeiro por organizações criminosas. (…)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias