Terça, 27 de Julho de 2021
51993949307
Política Flávio Bolsonaro

Filho de Bolsonaro aumenta patrimônio em 432% em 4 anos

Flávio Bolsonaro recentemente comprou uma mansão de valor três vezes maior do que o patrimônio declarado em 2018

13/07/2021 12h54
Por: Redação Fonte: UOL
Filho de Bolsonaro aumenta patrimônio em 432% em 4 anos

Jair Bolsonaro, está no terceiro casamento e tem cinco filhos. Três são políticos, Flávio Bolsonaro, senador pelo Rio de Janeiro, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro.

Os três políticos da família tiveram uma evolução patrimonial elevada nos últimos, de acordo com a declaração de bens apresentada ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Jair Bolsonaro ampliou os bens em 168% desde 2006; Eduardo, 432%desde 2014, e Flávio, 55% desde 2010. Os integrantes da família ampliaram o patrimônio basicamente com a aquisição de imóveis: casas e apartamentos. A reportagem do UOL entrou em contato com os políticos mas não obteve retorno.

Continua depois da publicidade

Eleito pela primeira vez deputado em 2014, Eduardo Bolsonaro declarou à Justiça Eleitoral, naquele ano, patrimônio de R$ 205 mil, o equivalente a R$ 262 mil hoje (em valores corrigidos pelo IPCA, índice oficial de inflação). Em 2018, o candidato declarou possuir bens que totalizam R$ 1,395 milhão, expansão de 432% no período.


Declaração de Eduardo Bolsonaro ao TSE

Continua depois da publicidade

Em 2014, Eduardo Bolsonaro declarou ser dono de apenas dois bens: um apartamento (R$ 160 mil) e um veículo (R$ 45 mil). Em 2018, o patrimônio do parlamentar ainda incluiu depósitos bancários, aplicações financeiras e um apartamento de R$ 1 milhão.

Já o deputado o ex deputado estadual e hoje senador, Flávio Bolsonaro, quando eleito pela primeira vez em 2010 para a cadeira na Assembleia Legislativa fluminense, apresentou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 690,978 mil, o equivalente a R$ 1,124 milhão (valor atualizado em 2018). O Senador apresentou patrimônio de R$ 1,742 milhão.


Declaração de Flávio Bolsonaro em 2018

Continua depois da publicidade

Recentemente o senador comprou uma mansão de R$ 6 milhões, localizada em bairro de luxo de Brasília. Denunciado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, o senador pagou pela casa quantia que é a mesma que o Ministério Público denuncia no caso das “rachadinhas”.

A compra foi confirmada em 2 de fevereiro, no 1º Ofício de Registro de Imóveis do Distrito, de acordo com o Estadão. A mansão de Flávio Bolsonaro, está localizada no setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, vendida como “a melhor vista de Brasília da suíte master”.

Flávio Bolsonaro é investigado pelo esquema de desvios de recursos dos salários de seus assessores, as “rachadinhas“, quando era deputado estadual da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Na investigação, o filho do presidente é suspeito de realizar a lavagem de dinheiro por meio da venda e compra de imóveis.

Continua depois da publicidade

A denúncia do MP relata que 12 funcionários fantasmas lotados no gabinete de Flávio na Alerj teriam desviado R$ 6,1 milhões dos cofres públicos. O caso foi revelado após relatório do Coaf apontar movimentação atípica de R$ 1,2 milhão, durante um ano, na conta de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio e amigo de Jair Bolsonaro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias