Terça, 30 de Novembro de 2021
51993949307
Entretenimento Silvio Santos

VÍDEO - Mulher chama Bolsonaro de ''bandido'' e ''marginal'' durante jogo no SBT em 2019

No programa Silvio Santos, mulher associa Bolsonaro a ''bandido''

27/07/2021 11h25
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

O ‘Jogo dos Três Pontinhos’, exibido no ‘Programa Silvio Santos’ no começo de julho, deu o que falar nesta semana. Tudo começou quando alguém observou um detalhe que passou quase despercebido pelos internautas. 

O apresentador pediu para os convidados adivinhassem mais uma charada e deu como pista as seguintes palavras: “bandido”, “valentão” e “marginal”. Após Luiz Bacci e Rachel Sheherazade errarem todas as opções, Silvio solicitou que a platéia tentasse decifrar o enigma. 

Continua depois da publicidade

Depois de muita tentativa, uma mulher do auditório, Débora, disparou: “Bolsonaro!” e arrancou diversas risadas do público com a menção ao presidente da República. Silvio respondeu: “Gente, acho que vocês estão fazendo confusão. Não é o nome de uma pessoa, é alguma coisa que se assemelha com as palavras”. 

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que acontece uma polêmica envolvendo o nome de um político do Programa Silvio Santos. Em dezembro do ano passado, uma mulher foi questionada sobre qual era a profissão do ex-presidente Lula: “Ladrão”, respondeu. 

Continua depois da publicidade

Rachel Sheherazade encontrou o patrão, pela primeira vez, após uma polêmica que envolveu o seu nome. Tudo começou quando um dono de uma loja que patrocina o SBT pediu a demissão da jornalista em seu Twitter. "O povo quer mudanças. Ainda falta mais gente para você demitir. Rachel é uma delas", escreveu Luciano Hang.

No entanto, a loira não ficou quieta diante da mensagem. "Já está registrado! Empresário chantageia a emissora onde trabalho e ainda vem à público pedir cabeça de jornalista. Já vi esse filme antes. Mas, agora, vai ter processo Luciano Hang. Espere a notificação dos meus advogados", escreveu.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias