Terça, 30 de Novembro de 2021
51993949307
Polícia Gir5ão

Ex-vereador Girão, suspeito de mandar matar Marielle, é preso em São Paulo

O ex-vereador Cristiano Girão foi preso, na manhã desta sexta-feira, pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), em operação realizada em São Paulo

30/07/2021 14h44
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

O ex-vereador Cristiano Girão foi preso, na manhã desta sexta-feira, pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), em operação realizada em São Paulo. O ex-policial militar reformado Ronnie Lessa, preso pela morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, também foi alvo da operação. Investigações comprovam a ligação de Cristiano Girão, ex-vereador e ex-chefe da milícia de Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio, com Lessa.

Girão teria contratado Lessa para executar o ex-policial André Henrique da Silva Souza, o André Zóio, e sua companheira, Juliana Sales de Oliveira, de 27 anos, crimes ocorridos em 14 de junho de 2014, em razão de uma disputa pelo controle da Gardênia. O vínculo é considerado pela polícia e pelo MPRJ como um passo decisivo na elucidação do Caso Marielle. O ex-vereador foi denunciado Ministério Público do Rio pelo crime no último dia 19. Outros mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos por agentes da DHC no Rio e em São Paulo.

Continua depois da publicidade

Na ocasião, o casal estava em um Honda Civic, dirigido por André Henrique, quando foi interceptado por um Fiat Dobló, branco, de onde foram feitos diversos disparos de armas de fogo. De acordo com as investigações, Lessa executou o crime por determinação de Cristiano Girão. Na época, a região vivia uma disputa territorial.

Girão foi preso em uma rua da capital paulista, após um trabalho de monitoramento e vigilância. As investigações mostraram que, nos últimos dias, ele não estava dormindo em casa, mas sim em uma loja, de onde saía diariamente antes das 6h, o horário regular para início de operações policiais. (…)

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias