Terça, 30 de Novembro de 2021
51993949307
Política Aras

Aras defende “liberdade de expressão” de Roberto Jefferson, mas processa professor que o chamou de “poste”

O procurador-geral da República, Augusto Aras, divulgou nota para defender o delinquente Roberto Jefferson. ‌ Segundo Aras, a prisão ordenada por Alexandre de Moraes, do STF, é um erro porque representa “censura prévia à liberdade de expressão, o que é vedado pela Constituição Federal”.

14/08/2021 12h05
Por: Folha
Aras defende “liberdade de expressão” de Roberto Jefferson, mas processa professor que o chamou de “poste”

“A PGR não contribuirá para ampliar o clima de polarização que, atualmente, atinge o país, independentemente de onde partam e de quem gere os fatos ou narrativas que alimentam os conflitos”, diz o comunicado.

O presidente do PTB tem xingado e ameaçado ministros do Supremo reiteradamente. Num vídeo recente, afirmou que não haverá eleição em 2022 se o voto não for impresso.‌

Continua depois da publicidade

Pouco antes de ir em cana, chamou Alexandre de Moraes e “cachorro” e “bundão” e Barroso de “pederasta”. Está sempre armado nos vídeos.

Aras é seletivo.  ‌

Continua depois da publicidade

Em maio, abriu um processo contra o professor Conrado Hübner Mendes, que o chamou de “poste-geral da República” e “um servo do presidente” no Twitter.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias