Quarta, 22 de Setembro de 2021
51993949307
Geral Gás de Cozinha

Prepare o bolso! Gás de cozinha vai ficar 7% mais caro a partir de setembro

O aumento será em média de 7% e será para cobrir altas de custos decorrentes da inflação e o reajuste salarial de funcionários. Reajuste começa a valer na próxima quarta-feira (1º/9)

27/08/2021 11h30
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

O Sindicato a Empresas Transportadoras e Revendedoras de GLP do Distrito Federal (Sindvargas) informou, nesta quinta-feira (26/8), que o gás de cozinha terá reajuste a partir da próxima quarta-feira (1°/9).

De acordo com o Sindvargas, o reajuste, dessa vez, não partiu da Petrobras e sim das distribuidores. O aumento será em média de 7% e será para cobrir altas de custos decorrentes da inflação e o reajuste salarial de funcionários. "Nosso compromisso é manter nosso serviço que é de excelência prezando a qualidade, garantia e segurança ao consumidor, por isso não há como absorver qualquer tipo de reajuste", diz o Sindicato na nota. 

Continua depois da publicidade

Em agosto, a Petrobras já tinha reajustado o valor do gás em 7%. 

Veja a nota 

Continua depois da publicidade

Nota SINDVARGAS - Sindicato da Empresas Transportadoras e Revendedoras de GLP do Distrito Federal.

Brasília, 26 de Agosto de 2021

DISTRIBUIDORAS ANUNCIAM REAJUSTE NO GÁS DE COZINHA A PARTIR DE 01 DE SETEMBRO!

Continua depois da publicidade

Nossos associados e representados estão recebendo comunicado de mais um reajuste no gás de cozinha, aumento será em média de 7% e entrará em vigor as 0 horas do dia 01/09 (terça feira).

Esse reajuste está sendo anunciado pelas Distribuidoras engarrafadoras e causará mais um impacto nos consumidores. Nosso compromisso é manter nosso serviço que é de excelência prezando a qualidade, garantia e segurança ao consumidor, por isso não há como absorver qualquer tipo de reajuste.Sérgio Costa

Diretor Vice Presidente

Continua depois da publicidade

Sindvargas

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias