Terça, 26 de Outubro de 2021
51993949307
Geral Queiroga

Isolado e sem prestígio, Queiroga troca hotel de luxo por puxadinho em Nova York

Segundo o ministério, os custos de permanência do ministro não serão pagos nem pelo Palácio do Planalto, e nem pela própria pasta

24/09/2021 13h42
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que testou positivo para Covid-19 na terça-feira (21), em Nova York (EUA), vai deixar o hotel de luxo no qual está hospedado em quarentena na cidade por um de custo mais baixo, de acordo com a assessoria de imprensa da pasta, nesta sexta (24). As informações são da Isto É.

Segundo o ministério, os custos de permanência do ministro não serão pagos nem pelo Palácio do Planalto, e nem pela própria pasta. E a logística do deslocamento do ministro não foi divulgada, mas a pasta informou que “seguirá todos os protocolos sanitários” adotados nos Estados Unidos.

Continua depois da publicidade

Queiroga está hospedado no hotel Intercontinental Barclay, e caso permanecesse até o final de seu isolamento de 14 dias, o custo da estadia poderia variar de R$ 84 mil a R$ 140 mil.

Queiroga não quer pôr do próprio bolso

Continua depois da publicidade

O ministro teria que desembolsar de seus próprios recursos cerca de R$ 50 mil. O restante da hospedagem seria pago pelo governo por meio das diárias pagas a ministros fora do país.

Queiroga fez parte da comitiva presidencial que esteve na cidade para participar da 76ª Assembleia-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), na qual o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi o responsável por abrir os discursos dos líderes do G20, como ocorre tradicionalmente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias