Terça, 26 de Outubro de 2021
51993949307
Geral Natália Bonavides

Natália Bonavides denuncia Paulo Guedes ao MPF por offshore em paraíso fiscal

Natália Bonavides acionou o Ministério Público contra Guedes. Isso ocorre depois a denúncia de offshores de milionários, políticos e empresários no Pandora Papers, uma série de reportagens do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ na sigla em inglês).

05/10/2021 16h53
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Natália Bonavides acionou o Ministério Público contra Guedes. Isso ocorre depois a denúncia de offshores de milionários, políticos e empresários no Pandora Papers, uma série de reportagens do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ na sigla em inglês).

“A deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) acionou o Ministério Público Federal, por meio de uma Notícia de Fato, para que haja investigação sobre as condutas do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, por realizarem investimentos por meio de offshore durante os cargos, destacando, inclusive, que algumas delas continuam ativas até hoje.

Continua depois da publicidade

Para Natália, essa prática é irregular e ataca o povo brasileiro que vêm sofrendo com a política ultraliberal de Guedes e Bolsonaro. “Enriquecer a si próprio é uma obsessão de todos que compõem o governo Bolsonaro. Enquanto o povo vai pra fila do osso, Paulo Guedes lucra com o dólar alto. Acionamos o Ministério Público para que mais este crime seja investigado”, destacou a parlamentar.

Na denúncia, é destacado que os membros do governo cometeram ato de improbidade administrativa, porque ao possuírem esse investimento eles não têm como executar a política econômica priorizando o interesse público, havendo, de fato, um conflito de interesses.

Continua depois da publicidade

Através de uma reportagem, divulgada domingo (03), produzida por um consórcio internacional de jornalistas investigativos que teve acesso a documentos relativos a empresas especializadas em constituição de offshores em paraísos fiscais, foi publicizada a informação de que os responsáveis pela formulação da política econômica do Brasil, Guedes e Campos Neto, realizaram investimentos por meio de offshore e que algumas delas seguem ativas.

As reportagens publicadas mostraram que o ministro de Economia criou uma offshore, ainda em atividade hoje, nas Ilhas Virgens Britânicas: a Dreadnought International. Para constituir essa empresa, o ministro depositou mais de US$9 (nove milhões de dólares) na conta da empresa, em uma agência do banco Crédit Suisse, em Nova York”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias