Terça, 26 de Outubro de 2021
51993949307
Geral Dubai

Farra do governo Bolsonaro em Dubai vai custar quase R$ 4 milhões ao país: 69 pessoas na delegação

Desde setembro, uma comitiva de 69 pessoas foi enviada pelo governo Bolsonaro para Dubai, nos Emirados Árabes, numa viagem que ainda continua

14/10/2021 09h25
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Desde setembro, uma comitiva de 69 pessoas foi enviada pelo governo Bolsonaro para Dubai, nos Emirados Árabes, numa viagem que ainda continua. Em tese, seria uma viagem a trabalho para participação em feiras e exposições em Dubai. Mas as fotos e vídeos que os membros da comitiva têm postado nas redes sociais mostram que na verdade, trata-se de uma viagem de turismo paga pelos cofres públicos. Devem sair dos cofre públicos no mínimo R$ 3,6 milhões. A informação é do jornal O Globo. 

O gasto em diárias deve elevar o valor muito acima de R$ 4 milhões, mas não aparece nos Portais de Transparência e os ministérios não informaram a estimativa total. A legislação prevê uma diária que varia entre US$ 300 e US$ 350 para uma viagem aos Emirados Árabes. Com o câmbio atual, é um gasto de R$ 1.652 a R$ 1.927 por dia por pessoa.

Continua depois da publicidade

A Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo) contratou gastos em divulgação nos Emirados: R$ 2,3 milhões com a montagem da exposição; R$ 922 mil com material promocional; R$ 380 mil com apresentações de "cunho artístico"; R$ 50 mil com réplica do Cristo Redentor, de acordo com o Diário Oficial da União (DOU).

A comitiva participa da Expo Dubai 2020 (adiada devido à pandemia) ou de eventos relacionados. Para a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em setembro, por exemplo, foram enviadas cerca de 45 pessoas a Nova York (EUA). O valor total das viagens à cidade ficou em R$ 1,1 milhão. Diferentemente da excursão a Dubai, essa soma já inclui a maioria dos gastos em diárias.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias