Terça, 30 de Novembro de 2021
51993949307
Geral Antonio Neto

Antonio Neto: ''PEC dos Precatórios é chantagem do Executivo. #ToComCiro''

A PEC dos Precatórios é uma explícita chantagem do Executivo contra o Parlamento

04/11/2021 14h13
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

PEC dos Precatórios – Tô com Ciro! A PEC dos Precatórios é uma explícita chantagem do Executivo contra o Parlamento. Só por esse ponto deveria ser rechaçada. É a mesma prática que foi usada na PEC Emergencial, que chamamos na época de PEC da chantagem.

Bolsonaro e Paulo Guedes têm zero preocupação social. Não passa de pressão. Auxílio Brasil e prorrogação da desoneração da folha de pagamento não têm nada a ver com essa PEC. Isso é decisão POLÍTICA.

Continua depois da publicidade

Ao invés de fazer uma reforma tributária progressiva, combater privilégios e enfrentar o sistema da dívida, Bolsonaro escolheu descumprir decisões judiciais – o que fere de morte a Constituição – ao dar calote no pagamento dos precatórios.

Mesmo sem isso, o auxílio emergencial poderia ser prorrogado via MP e com edição de crédito suplementar. Para a prorrogação da folha já há um projeto em tramitação no Congresso.

Continua depois da publicidade

Se a proposta da PEC fosse boa, não contaria com o mesmo clientelismo vulgar que foi usado para aprovar a reforma trabalhista, a PEC do Teto, a reforma da Previdência e tantos outros ataques contra os trabalhadores e os mais pobres.

Nós trabalhistas temos um legado e uma história para preservar. Não será endossando uma EMENDA CONSTITUCIONAL que fere a Constituição que vamos achar as saídas para a tragédia que estamos vivendo.

Pelo contrário, é somente reafirmando os princípios cidadãos da nossa Constituinte que vamos sair desse poço de tanta desgraça para o nosso povo.

Continua depois da publicidade

Reafirmo o que eu disse ontem: querem resolver o problema? Reforma tributária progressiva, revogação do teto de gastos e uma política austera com esses tais orçamentos secretos e emendas do relator.

Os deputados têm o segundo turno para rever essa decisão. Se optarem por aprovar e enviar a matéria para o Senado, a história cobrará.

Tenho muito orgulho de caminhar ao lado da nossa militância. Mais uma vez, deram um show de compromisso com o nosso Projeto Nacional de Desenvolvimento.

Continua depois da publicidade

Não vi crítica pela crítica, nem oposição pela oposição, apenas uma militância pulsante e viva comprometida com os melhores caminhos para o Brasil.

Ao meu amigo e irmão Ciro Gomes, minha irrestrita lealdade. Ciro mostrou, mais uma vez, que sua coerência é inegociável e que jamais irá se omitir nem ser sócio dos erros, por mais que doa.

Espero que a coragem de Ciro sensibilize outros presidenciáveis a fazer o mesmo, ajudando o Parlamento a derrotar essa medida vergonhosa.

Encerro com um apelo aos deputados que ontem votaram a favor dessa PEC para que reflitam com muita serenidade e responsabilidade.

Nós sabemos quem votou de boa-fé buscando a contenção de danos, mas nessa PEC não há contenção possível. O caráter da PEC é antipovo e inconstitucional. O único caminho é a rejeição do texto no plenário.

Por Antonio Neto, presidente do diretório municipal do PDT de São Paulo

Este texto é opinativo e não reflete, necessariamente, a opinião do site Brasil Independente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias