Terça, 30 de Novembro de 2021
51993949307
Geral Arthur Lira

Reduto de Arthur Lira, Arapiraca lidera recebimento de repasses do orçamento paralelo de Bolsonaro

O município recebeu R$ 64 milhões por meio das emendas e ocupa o segundo lugar no ranking

08/11/2021 09h47
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Arapiraca (Oeste de Alagoas), o reduto eleitoral de Arthur Lira, é uma das líderes no recebimento de repasses de “emendas do relator”. As verbas são usadas no esquema do orçamento paralelo. O município recebeu R$ 64 milhões por meio das emendas e ocupa o segundo lugar no ranking.

Em primeiro lugar, aparece São Gonçalo (RJ), que recebeu R$ 75 milhões. Parte do valor foi indicado pelo deputado Altineu Cortês, presidente estadual do PL e aliado de Valdemar Costa Neto, presidente da sigla.

Continua depois da publicidade

Em 2021, cada deputado teve direito de indicar o destino de R$ 16 milhões a serem gastos pelo Executivo. As emendas do relator são repartidas sem critério claro de transparência e têm sido usadas pelo governo e pela cúpula do Congresso para comprar deputados em votações. Assim, formam maiorias artificiais em algumas pautas.

24% dos municípios (1.338) não recebeu nenhum recurso. A média é de cerca de R$ 1 milhão empenhado por cidade até agora. 48 prefeituras receberam mais de R$ 10 milhões. A informação é de levantamento do jornal O Globo.

Continua depois da publicidade

Rosa Weber suspendeu esquema de Arthur Lira

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu na última sexta (5) as “emendas do relator”. A decisão se dá por liminar, mas gerou guerra com o Congresso. Ela argumentou que é necessário dar ampla publicidade às indicações feitas pelos deputados.

Arthur Lira, um dos principais beneficiados pelas emendas, ficou furioso com a ministra. “Quem ela pensa que é?”, questionou após saber da decisão. O presidente da Câmara avisou aliados que levará essa guerra até as últimas consequências. Ele tem dito, nos bastidores, que a decisão foi uma interferência clara no Legislativo e que não será aceita.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias