Terça, 30 de Novembro de 2021
51993949307
Geral Gasolina

Governo Bolsonaro deve ter lucro recorde com combustíveis; gasolina chega a R$ 8

Cofres da União acabarão 2021 com uma arrecadação de ao menos R$ 70,1 bilhões com os recursos vindos do setor. Preço médio da gasolina é de R$ 6,710 o litro, e do diesel R$ 5,339

09/11/2021 09h38 Atualizada há 3 semanas
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Parece que somente a população tem se prejudicado com a alta dos combustíveis no governo de Jair Bolsonaro. Com o preço médio do gás de cozinha a R$ 102,48, a gasolina a R$ 6,710 o litro, e o diesel a R$ 5,339, os cofres da União acabarão 2021 com uma arrecadação de ao menos R$ 70,1 bilhões com os recursos vindos do setor.

Segundo levantamento feito para o G1 pelo fundador e diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), Adriano Pires, o governo “nunca arrecadou tanto na área de óleo e gás como hoje em dia”.

Continua depois da publicidade

A União ganha em três frentes: via arrecadação, dividendos e royalties. A arrecadação de PIS e Cofins até setembro trará R$ 15,2 bilhões ao governo. Estes são os tributos federais que incidem sobre os combustíveis. Já com os dividendos da Petrobras, ou seja, a parcela do lucro que a estatal distribui para os acionistas, serão R$ 23 bilhões.

Além disso, há R$ 31,9 bilhões e participação especial e royalties previstos até o fim deste ano. Esse dinheiro é pago pelas petroleiras à União para ter direito a explorar o petróleo.

Continua depois da publicidade

Preço dos combustíveis aumenta

Enquanto isso, a população sofre com sucessivos aumentos nos preços dos combustíveis. Levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) referente à semana de 31 de outubro a 6 de novembro indica que o gás de cozinha chegou a R$ 140 o botijão de 13 kg em Sorriso, Mato Grosso.

O preço médio no País ficou em R$ 102,48, alta de 0,4% contra a semana anterior. O último aumento do produto foi realizado pela Petrobras em 9 de outubro, da ordem de 7%. O preço mais baixo encontrado pela ANP foi em Araçatuba, São Paulo, de R$ 75 o botijão.

Continua depois da publicidade

A gasolina comum ficou em R$ 6,710 o litro em média, sendo que o maior valor foi de R$ 8, encontrado em Bagé, no Rio Grande do Sul, e o menor a R$ 5,297 em Atibaia, São Paulo. Já o preço do diesel subiu 2,4% em uma semana, refletindo ainda o aumento da Petrobras anunciado em 26 de outubro.

Segundo a ANP, o preço médio ficou em R$ 5,339 o litro, sendo o mais caro encontrado a R$ 6,70 em Cruzeiro do Sul, no Acre, e o mais barato a R$ 4,299 em Sumaré, São Paulo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias