Terça, 18 de Janeiro de 2022
51993949307
Geral Bolsonaro

VÍDEO: Bolsonaro ataca de motorista de ônibus na Praça dos Três Poderes

A Secretaria de Comunicação não esclareceu se Bolsonaro tem carteira de habilitação adequada para dirigir o veículo, que transportava boa parte do primeiro escalão do governo, como Paulo Guedes e Marcos Pontes

29/11/2021 20h09
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Jair Bolsonaro dirigiu nesta segunda-feira (29) um ônibus totalmente elétrico desenvolvido pela empresa brasileira Marcopolo. O chefe do governo federal conduziu o veículo do Palácio da Alvorada até o Palácio do Planalto.

Dentro do ônibus estava parte do primeiro escalão do governo: os ministros Paulo Guedes (Economia), Joaquim Leite (Meio Ambiente), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e Bento Albuquerque (Minas e Energia), o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e o secretário especial de Produtividade e Competitividade, Carlos da Costa. Os "passageiros" não utilizavam máscara, bem como o "motorista".

Continua depois da publicidade

A Secretaria de Comunicação não respondeu a veículos de imprensa que questionaram se Bolsonaro tem a carteira de habilitação adequada para conduzir um ônibus. 

Segundo a empresa, o encontro teve como "objetivo apresentar o projeto do ônibus elétrico Attivi e a atuação da companhia no desenvolvimento de modais cada vez mais sustentáveis, a fim de ampliar as alternativas à mobilidade urbana do país com foco na sustentabilidade".

Continua depois da publicidade

Em curta declaração, Bolsonaro, incapaz de conter a alta nos preços dos combustíveis, afirmou que veículos elétricos 'vêm para ajudar'. "Os preços dos combustíveis estão altos no Brasil, as causas disso já tenho falado algumas sobre elas. E isso aqui vem para nos ajudar. E muito da preservação do meio ambiente também obviamente é mudar de negócio. (...) O preço do gás custa na Petrobras o equivalente R$ 50 cada 13 kg. Nós zeramos todos os impostos federais do gás de cozinha. Pense, por que chega a R$ 130 no final da linha? Esses componentes estamos mostrando cada vez mais para a população e buscando formas de reduzir esse valor".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias