Terça, 18 de Janeiro de 2022
51993949307
Geral Bolsonaro

Negacionista, Bolsonaro reafirma que não se vacinou: ''Deixa eu morrer''

Nesta quinta (2), Bolsonaro voltou a dizer que não se vacinou contra a Covid-19

03/12/2021 12h07
Por: Folha
Arquivo Web
Arquivo Web

Nesta quinta (2), Bolsonaro voltou a dizer que não se vacinou contra a Covid-19. O presidente repetiu que a imunização não é obrigatória. E questionou a solicitação de autorização da Pfizer sobre vacinar crianças.

“Eu vejo – acompanho mídias sociais e o pessoal mostra para mim – muita gente de esquerda, em especial, querendo a minha morte. Se quer a minha morte, por que fica querendo exigir que eu tome a vacina? Deixa eu morrer, problema é meu, tá?”, falou o presidente na sua live.

Continua depois da publicidade

Bolsonaro poderia ter se vacinado no dia 3 de abril, em Brasília, porque tem 66 anos. Ele voltou a ser negacionista. Disse que as vacinas são experimentais, o que é uma mentira. Também destacou que foi infectado pelo vírus e estaria imune. Outro fato inverídico.

Bolsonaro questiona Pfizer

Continua depois da publicidade

A Pfizer pediu para a Anvisa autorização para vacinar crianças de 5 a 11 anos de idade. Bolsonaro voltou a criticar a empresa e realizou questionamentos. Mas uma prova que ele segue sendo negacionista.

“Não vou entrar em detalhes se Anvisa vai aprovar ou não, até porque não tenho qualquer ação diante da Anvisa. A Anvisa é independente, mas eu perguntaria para a Anvisa isso continua na bula da Pfizer ‘não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral’?”, perguntou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias