Sábado, 29 de Janeiro de 2022
51993949307
Entretenimento Tchutchuca

Bonde do Tigrão comemora volta de 'Tchutchuca' e defende Paulo Guedes: 'É um senhor de idade e merece respeito'

Música e grupo tiveram pico de buscas na internet, logo após bate-boca na Câmara, nesta quarta. Deputado Zeca Dirceu chamou Paulo Guedes de 'tchutchuca' e 'tigrão'.

04/04/2019 15h33 Atualizada há 3 anos
Por: Folha Fonte: G1
Foto Reprodução
Foto Reprodução

Embora faça parte das bandas que parecem ter ficado no início dos anos 2000, o Bonde do Tigrão está vivíssimo. E ainda mais depois desta quarta-feira (3), quando os termos "tchutchuca" e "tigrão" voltaram à tona em um bate-boca na Câmara dos Deputados.

 

Na Comissão de Constituição e Justiça, o deputado Zeca Dirceu (PT-PR) afirmou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, age como "tigrão" em relação a aposentados, mas como "tchutchuca" com a "turma mais privilegiada do nosso país".

Continua depois da publicidade

Em comunicado enviado ao G1, o cantor Leandrinho, do Bonde do Tigrão, disse ter ficado surpreso com o ocorrido. Ele lamentou o fato de o ministro Paulo Guedes ter sido "desrespeitado". "Além de ser uma autoridade, é um senhor de idade e merece respeito", diz a nota.

Leandrinho acrescentou que a música "foi criada como uma brincadeira elogiando as mulheres e não tornar-se pauta e alusão desconexa sobre um assunto que requer seriedade para nossa sociedade".

Continua depois da publicidade

A animosidade entre eles levou ao encerramento de uma audiência destinada à apresentação da reforma da Previdência para os parlamentares.

 

Gráfico do Google mostra que, entre a noite desta quarta e a manhã desta quinta (4), houve um aumento repentino de buscas pela música "Tchu tchuca" - com o famoso refrão "Tchutchuca / Vem aqui pro seu Tigrão / Vou te jogar na cama / E te dar muita pressão."

Gráfico do Google mostra pico de buscas pela música 'Tchu tchuca', do Bonde do Tigrão, às 22h desta quarta-feira (3) — Foto: Reprodução/Google Trends

Continua depois da publicidade

O pico foi registrado às 22h desta quarta, logo após a confusão na CCJ da Câmara. A banda também cresceu no YouTube, onde a procura pelos termos leva à música, mas também a vídeos da discussão.

O Google não divulga o número absoluto de buscas pelas palavras, nem a porcentagem de aumento do interesse.

Gráfico mostra que pico de buscas pela música no YouTube foi á 1h desta quinta (4) — Foto: Reprodução/Google Trends

Continua depois da publicidade

Por onde anda o Bonde?

O grupo responsável pela popularização da "tchutchuca" segue ativo desde 1999, e com agenda cheia de shows. Eles viajam com a Tour do Baile Todo, que anima principalmente formaturas pelo país.

Neste sábado (6), por exemplo, serão três: em São Paulo, Sorocaba (SP) e Tremembé (SP). Há shows marcados até 27 de abril.

 

 

 

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

???? #bdt #bondedotigrao #dvdobailetodo

Uma publicação compartilhada por Bonde do Tigrão (@bondedotigrao) em

Fundado pelos MCs Leandro, Gustavo, Tiago e Vaguinho, o Bonde do Tigrão surgiu quando o funk carioca já havia se consolidado com nomes como o da dupla Claudinho e Buchecha.

O grupo chegou à produtora Furacão 2000 - principal meio de divulgação do gênero naquela época - e estourou com "Cerol na mão".

A música traçou caminho semelhante ao dos fenômenos do funk criados hoje em periferias do Brasil, que chegam às pistas de áreas nobres e, depois, são adotados por rádios e pela TV.

O Bonde lançou em 2001 seu disco de estreia, com hits como "O baile todo" e a própria "Tchu tchuca". Em 2017, a banda gravou um DVD em comemoração aos 20 anos de carreira, com os grandes sucessos do passado e participações de MC Sapão, MC Serginho, Tchakabum e Tati Quebra Barraco.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias